.13 de janeiro de 2017

Primeira vez


Parei meu carro na porta da casa dela. Não sabia exatamente o que poderia acontecer, no entanto estava ali, quase batendo a campainha. Em minhas mãos úmidas por conta do nervosismo eu tinha um buquê de margaridas, mas não sabia se cabia à ocasião. Quer dizer, não que não fosse uma ocasião especial e que fosse programado, mas tínhamos falado sobre isso ao longo dos últimos dias. 

Conheci Helena a um pouco mais de três meses, e nesse tempo aprendi a enxergar as mulheres de forma diferente, não que antes eu as via de forma errônea, até porque isso seria meio inviável dada as circunstancias, Helena me fez ver além. Ao longo dos meus vinte anos, desejei, conheci, me envolvi com várias moças tão espetaculares quanto Hell, mas apenas ela me fez querer mais, era engraçado pois eu sempre fui alvo das piadinhas dos meus amigos, segundo eles já estava passando da hora de "ficar de verdade" com alguém, não que eu estivesse ali por esse motivo, longe disso. Mas talvez era aquilo que eu queria naquela noite. 

Com a mão trêmula bati o dedo na campainha, era a hora da verdade, e seria covardia demais correr para dentro do carro e dirigir até em casa e me esconder embaixo da cama. Logo meus pensamentos foram interrompidos pelo som da voz que eu tanto amava ouvir ultimamente, Helena, com seu timbre doce perguntava quem estava ali no portão. "-Er, sou eu." - Gaguejei e consequentemente minha voz saiu mais estranha que o normal, não pensei que seria possível piorar tanto, mas piorou. As mãos que antes estavam úmidas, agora pingavam suor, quando o portão foi aberto, senti um frio na barriga terrível, será que ainda dava tempo de correr? 



Continua....

18 comentários:

  1. Esse continua despertou a minha curiosidade, que narrativa boa! Isso é um conto? Não conhecia seu blog, mas adorei o nome (criativo heheh) e ele é muito fofo ♥ Quando sai a continuação? Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  2. Adorei essa narrativa, estou muito ansiosa para sair a continuação, esse "continua" despertou minha curiosidade e agora mesmo me pergunto "o que será que há por vir?" Muito bom. Sucesso no blog


    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  3. Adoro escrever coisas do género também embora não tenha tanto jeito como vc. Adorei o blog, o nome e esse post maravilhoso. Vou seguir claro.
    Beijo
    http://sararflopes.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Eu espero muito que este rapaz não corra ou não faça nenhuma bobagem! Quem nunca ficou nervoso em um encontro mas correr é pior, avise a ele hahahah! Achei fofo esse texto, ele nervoso e todo apaixonado, estou torcendo pelo casal hahah.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Que texto lindinho, Lidy! Adorei o toque de romantismo e dessa coisa de "primeiro encontro". Há tempos que eu não lia algo assim, fiquei super curiosa pela continuação. Volto aqui pra saber o que aconteceu.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Uau! Adorei. Um conto leve, e que prende a atenção do leitor.
    Já pensou em publicar um livro? Trabalho no meio literário e garanto que tem talento...eu adorei, quando sair a continuação, me manda? Quero saber como termina a história.

    ResponderExcluir
  7. Ahhhhhh porque não terminou? :( Tô curiosa pra saber o que de fato aconteceu. Se ele ficou, se correu, se eles "ficaram" naquela noite. Acho que esse sentimento de nervoso com a primeira vez é comum a homens e mulheres. Quem não sentiu um friozinho na barriga né?! Posta logo, miga! Quero saber o final ahhaha beijos

    ResponderExcluir
  8. A narrativa foi bem interessante e sem dúvida foi capaz de deixar o leitor ansioso para ler a continuação. Eu estou também curiosa para saber mais sobre os personagens, sobre a Helena e sobre o narrador. Seria bacana que ao longo da descrição da história, um pouco da personalidade deles "escapulisse" para que pudéssemos conhecê-los melhor.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, você escrever muito bem, estou curiosa pra saber a continuação dessa história. Eu realmente gostei da sua escrita, já pensou em escrever um livro? Eu com certeza leria.

    https://porfavorkaren.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Sou apaixonada por fic's, você tem wattpad? Ficou muito boa mesmo, só vi poucas pessoas que sabiam parar a história no momento certo pra dar aquele suspense haha. Quero muito ler a continuação, tem previsão pra postar?

    beijos,
    deloucostodossomosumpouco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. ADORAMOS ESSE TEXTO,JÁ QUEREMOS LER A CONTINUAÇÃO.ME FEZ LEMBRAR UMA FEZ NA ESCOLA EM QUE O PROFESSOR PEDIU UM DETERMINADO TEXTO E MINHA IRMÃ ESCREVEU PARECIDO COM ESSE(NÃO A HISTÓRIA,MAIS O JEITO DE USAR AS PALAVRAS)

    ResponderExcluir
  12. Ahhhh que texto, sempre fico me mordendo aqui querendo continuação e dessa vez vai ter - desejo realiado - Lydi que incrível, nossa amei o texto fui me envolvendo e torcendo para dar certo, a narrativa é maravilhosa e muito gostosa de ler fui prendendo a atenção e me interessando a cada palavra.
    Parabéns, vc sempre arrasa; quero ler a continuação.

    Beeijinhos e muito sucesso

    ResponderExcluir
  13. Que esse continue chegue logo! Morta de curiosidade!
    Vocês estão de parabéns com as narrativas do blog, não dá vontade de parar de ler!
    beijos e sucesso!

    http://www.gabrielabucker.com

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Adorei a construção da história com o ponto de vista masculino, ficou bem interessante e me fez imaginar se os homens realmente pensam assim. E mulher, cadê essa continuação? Preciso dela para ontem haha.

    ResponderExcluir
  15. oooomg, quero muito continuação, este "continua" me deixou tão curiosa que estou SURTANDO, amei o texto <3 maravilhoso! Segui o blog e vou voltar aqui para ver a continuação!
    BEIJOS <3

    ResponderExcluir
  16. Ooo que trem bom ver que está dando certo. Lyd vc brilhou e esse continue só vai aguçar nossa curiosidade. O estilo conto é gostoso de ler e, no caso do que você fez, a expectativa aumenta. Parabéns viu, você merece!!

    ResponderExcluir
  17. Ai meu Deus, adoro esse tipo de texto. Tenho vários amigos com mais de 20 e que ainda são virgens, sofrem chacota sempre, mas eu sou uma das únicas a apoiar, acho que tem que ser assim, como no texto, com alguém que faz a pessoa ver as outras e o mundo, mais além, com outros olhos.

    Estou ansiosa pela continuar, para chegar nos finalmente, rs.

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir

© Vinte e Uma Primaveras - 2016 | Layout por Design Matarazzo | Todos os direitos reservado.