.27 de maio de 2016

Ontem trinta, e amanhã?

    Ei moça, não nos conhecemos pessoalmente, mas compartilhamos da mesma dor. Conheci você na pior fase da sua vida, e sei como isso está te afetando. Sei também que a dor que sente hoje é mais profunda que uma simples dor física. Doí a alma, e dores na alma não costumam sarar.
    Acompanhei um pouco de tudo que você passou moça, e fiquei assustada quando vi moças assim como você, assim como eu dizendo que se aconteceu foi porque você mereceu. Parei para  pensar e tentei identificar onde você pediu para ser abusada, ser torturada, ser ferida. 
    Busquei entender onde o seu short curto, onde a sua blusa decotada, onde a sua forma de viver a vida demonstra que você pede para ser estuprada, pede para ser torturada, pois é moças não encontrei.
    Será que mereceu por ter terminado um relacionamento que a feria, será que mereceu porque bebeu um pouco a mais? Mereceu por dizer não? Não moças ela não mereceu, nenhuma de nós merece ser coagida na rua, não merecemos ter que abaixar a cabeça quando passamos em uma rua repleta de homens, não merecemos ter que deixar de usar um short com medo dos comentários de baixo calão que vem dos homens na rua, não merecemos deixar de beber um pouco a mais, ou deixar de sair para evitar um abuso, para evitar um estupro.
    Somos todas Anas, Marias, Beatrizes. Somos todas mulheres e não pedimos, nem gritamos para sermos estupradas. Não pedimos para ter a nossa dignidade elevada a zero, não pedimos para nos tocar só porque o nosso short é curto menos ainda para nos dizer que somos gostosas ou coisa parecida. 
    Apenas pedimos para que parem, parem de achar que o nosso corpo pertence a vocês e por sermos mais frágeis que podem fazer o que bem entenderem com ele. Vocês não podem. Ontem foi a Beatriz, daqui onze minutos pode ser eu, você, sua mãe, irmã. Com ela pode ter sido trinta, e com você? E comigo? E com nós? 
Não moças, a culpa não é nossa. A culpa é de quem pensa que pedimos por isso. 



16 comentários:

  1. Seu texto representa bem o que acontece com nós, mulheres. E ainda estou sem palavras por tudo que aconteceu e quem sabe o que ainda pode acontecer daqui para frente. O futuro é incerto e cheio de medo, porque a justiça parece estar longe de acontecer. Mas temos que ter esperança por dias melhores e nos manter unidas sempre.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Ainda estou chocada com o que aconteceu com essa menina, aqui no Rio. Acho que fico mais chocada ainda quando leio comentários culpando a vítima, e pior: comentários vindos de outras mulheres. Mulheres que também poderiam ter sido vítimas desses monstros.
    A sociedade precisa entender que não devemos ensinar as mulheres como não serem estupradas, e sim, ensinar aos homens a não estuprar! A culpa nunca é da vítima, é do estuprador! Nenhuma mulher merece ser estuprada!
    Belíssimo texto o seu.

    ResponderExcluir
  3. Oi Lyddiane, tudo bem?
    Eu ainda não entendo porque muitas pessoas despejam a culpa de algo tão inescrupuloso justamente na vítima. Concordo com tudo que você disse no texto e estou tão chocada com o ocorrido, que ainda me faltam palavras para expressar tudo o que sinto. Espero que a justiça seja feita e que todos estejam consciente que nenhuma mulher pede para ser estuprada, ou merece viver com medo porque como você disse pode acontecer com qualquer uma de nós.
    Ótimo texto!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto, baseado na reflexão da nossa sociedade que julga que mulher foi estrupada por 33 homens porque ela mereceu, como assim? Independendo da situação, ninguém merecer ser estrupada, comentário vindo por mulheres que nem sabe o dia de amanhã. Ótimo texto e parabéns pelo post! #Ninguém merece ser estrupada!
    http://isaberenice.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente com você. Ninguém merece sofrer isso. Ótimo texto!
    https://apenaasteens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Onde assino pra dizer que concordo?
    Eu estou revoltada com essa situação e ainda mais por ver os comentários de pessoas que ou apoiam a situação ou dizer que a culpa foi exclusivamente dela. O ser humano é a pior espécie existente no planeta e a degradação só piora. É inimaginável um ato desses, não consigo nem me pôr no lugar dela para saber o tamanho da dor, mas claro que é eternamente pior do que eu possa imaginar.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Devo admitir que meus olhos lacrimejaram ao ler seu texto. Em pleno século XXI somos coagidas ao ponto de termos medos de sair tarde da noite, beber demais, usar roupas curtas. E caramba, NADA justifica um ato tão repugnante como o estupro! A gente sabe disso, a gente luta por isso. Mas são poucas as vezes que nos ouvem... hoje precisou de uma menina, MENINA, passar por tudo isso pra termos um pouco mais de voz. E amanhã, "as pessoas de família" vão lembrar? é uma luta constante, temos que gritar todos os dias. Porque como você bem falou pode ser eu, você, nossas irmãs, mães, amigas... e não, isso não pode acontecer. Não mais. Nunca mais.

    ResponderExcluir
  8. Oiiiiii

    O que me deixou mais indignada que o estupro da menina foi a forma como as pessoas falam que foi um "suposto" estupro. Mesmo se ela tivesse falado que queria e chegado na hora ter desistido é qualificado como estupro. Ninguém tem direito de tocar em ninguém é muito menos de julga-lá como se ela fosse a culpada por algo. Nada justifica essa atitude. Seu texto falou tudo o que eu sinto de verdade e só oro por tantas meninas e mulheres que passam por isso.

    Bjossss

    ResponderExcluir
  9. Oi!

    Fiquei muito triste com esse estupro coletivo, fiquei realmente na bad ao pensar no que essa menina passou. Eu tive a infelicidade de ver um trecho do vídeo na minha timeline e foi horrível. Nós mulheres precisamos nos unir, ficarmos juntas e que a justiça seja feita. Temos que lutar porque somos todas iguais. Adorei o seu texto e complemento que estupro não é sobre sexo, é sobre poder. porque um homem pode estuprar uma mulher até com uma barra de ferro. Precisamos AGIR.

    Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  10. Ola, tudo bom?
    Seu texto ficou ótimo, parabéns!
    Ninguém merece sofrer isso.
    Parabéns :)
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Lindo seu texto!
    Toda essa situação está me deixando tão indignada, que tem dias que nem consigo entrar no facebook porque vejo pessoas falando tanta besteira que me deixa passando mal.
    O que essa menina passou várias mulheres passam (exatamente um caso a cada 11 minutos) no Brasil, e não vemos quase ninguém ajudando, não vemos as mulheres se unindo, não vemos elas levantando a bandeira por um mundo melhor para nós, onde homens entendam que não somos objetos e que não podem tocar nosso corpo sem a nossa permissão.
    Espero que as próxima sgerações melhorem, e que um dia as mulheres possam andar sem medo pelas ruas

    ResponderExcluir
  12. Oii, tudo bem?
    Eu tenho acompanhado as noticias desse acontecimento fatídico, e devo dizer que estou profundamente triste. Isso pode acontecer com qualquer mulher, e ainda tem pessoas que falam que ela estava pedindo, isso é deplorável.

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Legal trazer o assunto pra cá!
    Concordo com tudo que diz. Nós mulheres merecemos ser castigadas apenas por sermos mulheres, essa é a verdade para a sociedade. Culpas a vítima de estupro e o mesmo de defender o assaltante, roubou pq nasceu pobre... Hipocrisia...

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  14. Olá

    Parabéns por ter trazido esse assunto ao blog. Toda essa situação beira ao absurdo quando culpam a vítima pelo que aconteceu. Nada justifica tal atrocidade e ainda postarem um vídeo se vangloriando da merda que fizeram. É ridículo e só oro por essa família que está passando por algo tão difícil.

    Everton
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Incrível o seu texto. Parabéns.
    Realmente precisamos enfrentar e debater a violência contra a mulher que nos assola cada dia mais. Sinceramente não é fácil ser mulher, mas podemos mudar essa realidade juntas.
    Não podemos nos calar.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  16. Olá, meus parabéns pelo seu texto! sabe é muito triste isso que aconteceu com a moça e que isso vem acontecendo todos os dias com muitas mulheres. Nem tenho palavras para dizer o quanto o abuso é algo ridículo e triste, pior ainda quando as pessoas dizem que nós mulheres pedimos isso, nos julgando pela roupa ou pelas noites que saímos para nos divertir. Achei que você se expressou muito bem no seu texto!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

© Vinte e Uma Primaveras - 2016 | Layout por Design Matarazzo | Todos os direitos reservado.